O acusado José de Ribamar foi preso e a arma do crime, apreendida.

O pedreiro José de Ribamar Gonçalves de Sousa, 42 anos, ameaçou de morte o próprio pai identificado pelo nome de José Vitalício de Sousa, de 92 anos, por volta das 12h30 desta terça-feira (23) no bairro Floriópolis, em Parnaíba. 

Uma guarnição da Polícia Militar comandada pelo sargento Jesus de Carvalho foi acionada e prendeu o agressor que foi levado para a Central de Flagrantes.  José de Ribamar afirmou estar bêbado, por isso ficou agressivo e não deu outra justificativa para a violência. 

Antônio Carlos, 35 anos, sobrinho do acusado de agressão, disse que o motivo seria um terreno que seu tio gostaria que o pai vendesse e lhe desse a parte que o cabe. Domingos Vitalício, 63 anos, irmão de José de Ribamar, disse que tomou o facão de seu irmão e que esta era a primeira vez em que presenciou a ameaça de morte. Diante das acusações Ribamar alegou que só estava agressivo por conta da cachaça ingerida, mas estava ciente de que havia feito o errado.

????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

Fotos: Daniel Santos