Júlio César é acusado de ter matado francisco Carvalho no Broder Ville. (Foto: Juciê Machado / Reprodução TV Costa Norte)

A Polícia Militar através da Força Tática de Parnaíba, sob comando do sargento Muniz Leal, prendeu Júlio César Rodrigues Cunha, 32 anos, conhecido “Tó”, por força de um mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da comarca de Camocim do Ceará. Cunha é acusado de ter participação na morte de Francisco Carvalho Cardoso, 27 anos, que foi assassinado com nove tiros, no dia 14 de outubro, no conjunto Broder Ville, em Parnaíba.

A prisão do acusado aconteceu nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (20) no município de Buriti dos Lopes após um trabalho do Serviço Reservado da Polícia Militar que concluiu as investigações ainda na quarta-feira. Júlio Cesar Rodrigues Cunha tinha endereço fixo no bairro Planalto, mas estava morando na cidade vizinha há dois meses.

A polícia conduziu ainda a companheira do acusado identificada pelo nome de Jaciane Tavares de Oliveira, 19 anos, e na casa onde estavam, foram encontras 14 pedras de crack, sete trouxinhas de maconha. Já na Central de Flagrantes, Oliveira foi revistada e encontraram mais três pedras de crack. Também foi apreendido um revólver de calibre 38, cinco munições intactas e R$ 66,00 em dinheiro. O outro suspeito de envolvimento na morte de Francisco Carvalho, o Paulo Victor Oliveira Sousa, 18 anos, que é de Fortaleza do Ceará, foi preso no dia 1º de novembro.

Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial
Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial

Fotos: Daniel Santos