Jorge Tadeu Rodrigues do Santos, 20 anos; Lúcio Silva Rodrigues, 31 anos, conhecido como “Lúcifer” e Paulo Igor de Sousa Lima, 23 anos.

A Polícia Militar conduziu para a delegacia um trio, acusado de porte ilegal de arma de fogo por volta das 12h desta quarta-feira (12), que foi detido no conjunto habitacional Porto das Barcas, bairro Planalto, em Parnaíba. 

Lúcio Silva Rodrigues, 31 anos, conhecido como “Lúcifer”, pela polícia; Paulo Igor de Sousa Lima, 23 anos; e Jorge Tadeu Rodrigues do Santos, 20 anos, foram presos após um trabalho de investigação do Serviço de Inteligência da Polícia Militar com apoio da Força Tática e da Polícia Comunitária. 

Na residência onde estava Lúcio Rodrigues foram apreendidos dois revólveres de calibre 38, uma pistola Ponto 40, 24 munições de calibre 38 e 10 de calibre Ponto 40, R$ 1.094 em dinheiro e documentos. 

Segundo o capitão da Polícia Militar, Danilo Palhano, coordenador do Serviço de Investigação, Lúcio, é de Limoeiro do Norte do Ceará, e portava uma pistola Ponto 40 da Polícia Civil do estado de Goiás. Ressaltou que ele é suspeito de ter vindo assassinar uma pessoa pública que concorre a um cargo eletivo em Parnaíba. 

Rodrigues, o acusado, declarou que veio morar com a esposa, comprou, em Fortaleza, a pistola por R$ 400 e o revólver de calibre 38 por R$ 200,00. Disse ainda que não pretendia matar ninguém e alegou que a posse das armas se deve aos seus inimigos. Quanto aos antecedentes criminais, afirmou que já respondeu pena por tráfico de drogas e que agora estava trabalhando como mototaxista. O caso foi levado para Central de Flagrantes para realização dos procedimentos.  

Em 2019 aconteceu a última edição das Corridas Unimed em Teresina. Foto Paulo Sérgio
Em 2019 aconteceu a última edição das Corridas Unimed em Teresina. Foto Paulo Sérgio

Fotos: Daniel Santos