As fiscalizações sobre trânsito de mercadorias foram intensificadas no norte do Piauí por decisão da gerente regional da Secretaria de Fazenda do Piauí, Karla Maria Magalhães Nascimento, junto com Alfredo Cadena Júnior, delegado regional de Parnaíba. Segundo o agente de Polícia Civil, Deolindo Madeira, a finalidade da ação é, principalmente, evitar a sonegação de impostos e identificar algum indício de criminalidade como documentação atrasada, drogas, porte ilegal de arma de fogo, furtos e outras ações criminosas.

A barreira fiscal em Parnaíba aconteceu na manhã de sábado (25) na BR-343, no Posto Fiscal Sabiazal, onde os veículos passaram por vistorias de técnicos fazendários e pelas polícias civil e militar. A ação conjunta aconteceu também no final da tarde de sexta-feira (24) na entrada da cidade de Cocal onde foram aprendidos energéticos e preservativos masculinos sem nota fiscal. Já no posto de fiscal de Parnaíba, nos primeiros minutos de ação, foram apreendidos equipamentos de TV por assinatura.

De acordo com Robert Melão da Silva, técnico da SEFAZ-PI, a medida se deve por conta de muitas mercadorias, sem nota fiscal, entrarem na cidade em carros de passeio gerando uma concorrência desleal com outros seguimentos do comércio. O mapeamento realizado nos veículos que circulam no norte do Piauí de inibir a ação criminosa e motivar os condutores de carros pequenos a circularem com mercadorias com notas e dos devidos registros. Desta forma está sendo garantida uma arrecadação eficaz dos tributos.

Jairon dos Santos Reis - acusado de tentativa de feminicídio
Jairon dos Santos Reis - acusado de tentativa de feminicídio